O medo nas crianças e bebês

Postado em 12/08/2017

O medo nas crianças e bebês

Os medos são sentimentos totalmente normais nas crianças e bebês.

A criança tem medo.

Se seu filho sofre por algum medo, é muito importante que lhe transmita tranquilidade, segurança, e o ajude a superar seus medos com muito carinho e compreensão. De uma forma geral, os medos podem aparecer em crianças de idade entre os 3 e 6 anos. A criança ainda não entende o mundo que a rodeia e tão pouco é capaz de separar o real do imaginário. Nos primeiros anos de vida, a criança conhece a existência de personagens através dos contos, filmes, etc., daí, passa a inventar companheiros e personagens, inclusive situações imaginárias.

Os medos aparecem e desaparecem nas crianças

Alguns medos chegam a ser prejudiciais ao desenvolvimento da criança. No entanto, alguns temores podem fazer com que a criança evite algum acidente: por exemplo: medo de atravessar uma rua, medo de cair do balanço, medo dos animais, etc. São medos que ensinam a criança a ser mais precavida em situações que exigem mais cuidado.

 Segundo alguns pesquisadores, os medos aparecem e desaparecem, e às vezes sem dar-nos conta dele. E mudam de acordo com o crescimento da criança. As crianças começam a ter medo das pessoas estranhas, objetos esquisitos, ruídos fortes, escuridão, e logo começarão a ter medo da morte, dos monstros, ladrões, etc. Muitos desses medos são induzidos pelo ambiente externo como os filmes, os contos, as histórias de amiguinhos, e outros estão fundamentados em experiências negativas em casa ou fora dela, e de fato podem ajudar aos pais como alarme para identificar situações de algum maltrato ou abuso do seu filho.

Um dos medos mais comuns nos pequenos, é a angustiosa separação dos seus pais, o medo do abandono. Quando sua mãe o deixa numa creche ou com outra pessoa e se vai, o bebê ou a criança não sabe quanto deve esperar para revê-la. É aí que aparece o medo da perda definitiva, já que a criança não tem capacidade de medir o tempo. Mas à medida que a criança amadurece, vai conhecendo com mais profundidade a realidade, e assim superará seus medos. Não é possível acabar com todos seus medos porque estes lhes permitem entender o mundo e a sentir-se mais seguros em sua habilidade de lutar contra eles.

Outras Notícias

 

Por que usar o dicionário?
Postado em 16/10/2018

Quando entramos em contato com algo novo, nem sempre entendemos exatamente do que se trata. Nossa curiosidade e sede de saber, entretanto, requerem um entendimento pleno. No caso das palavras, para satisfazer plenamente tal entendimento, há um recurso muito simples e prático: o dici...
leia mais »

Os primeiros sinais do autismo
Postado em 09/10/2018

Receber o diagnóstico de autismo de um filho é como embarcar rumo a um universo desconhecido. É preciso encontrar a maneira de aterrissar nesse pequeno mundo em que a criança parece estar isolada. A doença, uma espécie de pane do desenvolvimento neurol&oa...
leia mais »

A Importância das Atividades Lúdicas na Educação Infantil
Postado em 02/10/2018

Autora: Angela Cristina Munhoz Maluf

Estudos e pesquisas têm comprovado a importância das atividades lúdicas, no desenvolvimento das potencialidades humanas das crianças, proporcionando condições adequadas ao seu dese...
leia mais »